Beauty Personal

MY HAIR STORY – OR HOW TO DONATE HAIR

Have you every thought about donating your hair? If so, this post is for you.

If not, you should read it anyway – you can always change your mind.

Alguma vez pensaste em doar o teu cabelo? Se sim, este post é para ti.
Se não, aconselho a leres na mesma – podes sempre mudar de ideias.

I’ve never been very attached to my hair in any way, specially so to its lenght. Perhaps by the age of 12 I was a little emotional about it, but I quickly grew out of it when, a couple of years later, I had my hair cut very short – kind of like Rihanna in the Umbrella music video. Since then, I have tried every single haircut I could think of – long or very short, straight or layered, fringe or bob.

A year and a half and almost 20 cm after my last haircut, I was feeling like changing again. My hair was very long, more out of slouch than actual desire, and since it was looking very healthy I decided to try something completely new – donating hair.

The problem was I didn’t actually know how to do it, so I put my student skills to good use and did some research. One can indeed donate in my home country, Portugal – Lisbon’s IPO asks for a minimum length of 30 cm and Porto’s IPO for 25 cm, both of undamaged and virgin hair (no coloring). As I was far from having these lengths, I looked for some other options and came across the Little Princess Trust – an UK charity that provides real hair wigs for children who have lost their own due to cancer treatments.

They require a minimum length of 17 cm / 7 inches, of any hair type as long as it is in good condition – straight or curly (afro is not accepted due to limitations in the manufacture of wigs), of any color, with or without colouring and also hair which is less than 10% white.

The donation process is very easy. Wash your hair with shampoo, either with or without conditioner, dry it well (this is important, because you don’t want your donation to rot before it reaches its destination!) and don’t add any styling products. Have your hair tied into one or several braids or pony-tails, all secured at both the root ends and the tip ends – and have it cut! Anyone interested in knowing, I had mine cut in MetroStudio – I have been going there for years now and it has never disappointed me.

Then just put the hair in a clear plastic bag and send it in a padded envelope at you local post office to the following address …

Little Princess Trust Hair Donation
Sheridan House
114-116 Western Road
Hove
BN3 1DD
UK

If you want some idea of the shipping costs, shipping from Portugal to the UK via registered mail cost me 5€. In order to receive a certificate for your donation you must place inside the envelope a form with your personal details (obtainable on their website). More information on the Little Princess Trus website here.

I believe in these small gestures, which for us may not seem like much but that will surely make someone happier. Either through the Little Princess Trust or some other charity you know of, I’m encouraging all of you who are willing to donate to go out and do it! … And if you do, please be kind enough to send me an email to infomisstangerine@gmail.com with your before and after photos, I would like to see the result of your make overs!


Nunca fui muito apegada ao meu cabelo, nem ao seu comprimento em particular. Talvez a fase dos 12 anos tenha sido um pouco mais emocional, mas passou logo um par de anos depois quando decidi cortar bem curto – qual Rihanna no vídeo de Umbrella. Desde aí tenho experimentado um pouco de tudo – comprido ou bem curto, a direito ou escadeado, franja ou bob.

Um ano e meio e quase 20 cm de cabelo depois do último corte

, estava com vontade de mudar outra vez. O cabelo estava muito comprido, mais por despreocupação que por desejo, e ao ver que estava muito saudável foi-se acumulando a vontade de fazer algo novo – doar cabelo.

O problema passava agora por não saber como o fazer, por isso pus as minhas competências estudantis a bom uso e fui-me informar. Em Portugal é possível doar – o IPO de Lisboa pede como comprimento mínimo 30 cm e o IPO do Porto 25 cm, ambos de cabelo virgem (sem qualquer coloração) e não danificado. Como estava longe desses comprimentos, pesquisei outras opções e deparei-me com a Little Princess Trust – uma instituição do Reino Unido que dá perucas de cabelo real a crianças que perderam o seu devido a tratamentos para o cancro.

Requerem um comprimento mínimo de 17 cm, de qualquer tipo de cabelo desde que em boas condições – lisos ou encaracolados (afros não são aceites devido a limitações na manufactura das perucas), de qualquer cor, com ou sem coloração, e ainda cabelos com <10% brancos.

O processo de doação é muito fácil. Lavem o cabelo com champô e com/sem condicionador, sequem-no bem (importante para que a doação chegue ao destino em boas condições e não apodreça!) e não adicionem qualquer produto de styling. Prendam o cabelo com elásticos num rabo-de-cavalo ou trança, com ambas as pontas atadas – e podem cortar! Quem estiver interessado em saber, eu fiz o meu corte no MetroStudio – o cabeleireiro onde corto há anos e que nunca me desapontou.

Depois é só colocar o cabelo num saco de plástico transparente e enviar num envelope almofadado numa estação de correios para o seguinte endereço…

Little Princess Trust Hair Donation
Sheridan House
114-116 Western Road
Hove
BN3 1DD
UK

Para terem uma noção, enviei por correio registado e o custo de envio ficou pelos 5€. A fundação possibilita que recebam um certificado pela vossa doação, sendo que para isso é necessário colocarem um formulário (adquirível no site deles) dentro do envelope. Mais informações no site Little Princess Trust, aqui.

Acredito nestes pequenos gestos, que para nós podem não parecer muito mas que farão certamente alguém mais feliz. Quer seja nacionalmente quer através do Little Princess Trust, incentivo todas (e todos!) as que sentirem vontade a vencer a inércia e doar! … E se o fizerem, mandem-me um email para infomisstangerine@gmail.com, gostava de ver o resultado das vossas transformações solidárias!

You Might Also Like

24 Comments

  • Reply
    When I Grow Up
    22 Novembro, 2014 at 16:37

    Óptima e nobre ideia!

    Novo post! http://hashtagwwgu.blogspot.pt

  • Reply
    Anonymous
    22 Novembro, 2014 at 16:53

    Quando vi a tua fotografia no facebook fiquei muito interessada nesta iniciativa. Já sabia que se podia vender mas nunca imaginei que se pudesse doar! Já tinha pensado em cortar o cabelo mais ou menos do tamanho que cortaste mas sendo assim prefiro que esperar para que fique grande, para poder doar.
    Muito obrigada pela informação e o penteado fica-te muito bem.

  • Reply
    Cátia
    22 Novembro, 2014 at 17:08

    É uma ideia muito nobre e uma iniciativa bastante boa. Pessoalmente, sou muito dada ao meu cabelo e como tenho uma forma mais comprida e triangular nem todos os penteados ou estilos me fiquem bem. Neste momento, não tenho nem o comprimento nem o meu cabelo é virgem porque tenho algumas madeixas. Portanto, eu não posso mesmo doar o meu cabelo.
    PS: Gostava de saber se posso usar algumas das tuas informações para fazer um post no meu blogue sobre isto 🙂

    • Reply
      Mariana Soares Branco
      22 Novembro, 2014 at 17:19

      Cátia, muito obrigada pelo teu comentário.
      Queria só ressalvar que, como disse no post, a instituição Little Princess Trust aceita cabelos com coloração (eu própria tinha uma coloração semi-permanente da LÓreal!).
      E sim, claro que podes usar as informações à vontade – é uma causa que deve ser o mais divulgada possível! Peço apenas que se usares algum conteúdo meu, referencies com o link para o Miss Tangerine. Dito isto, se fizeres o post envia-me o link através das redes socias – gostava de ver!
      Obrigada e um beijinho!

  • Reply
    Rita Machado
    22 Novembro, 2014 at 17:57

    Um grande exemplo – da última vez que fiz um grande corte, porque sou como tu, não tenho medo de cortar e o meu cabelo cresce bastante rápido, pensei um doá-lo, mas não estava nas melhores condições tinha uma ondulação a eliminar, pontas espigadas mas na próxima não irei faltar e irei cuidar do cabelo a pensar nessa doação!
    Ritissima Blog

  • Reply
    Maricruz
    22 Novembro, 2014 at 19:43

    What a great experience, you are so brave and also you look amazing!

    http://www.lam-style.blogspot.com

  • Reply
    Anonymous
    22 Novembro, 2014 at 20:14

    Ai se soubesse que era possível fazer isto 🙁 Cortei cerca de 30 cm de cabelo a menos de um mês….

  • Reply
    Catarina Vilas Boas
    22 Novembro, 2014 at 20:58

    Qualquer outra pessoa desistiria da ideia face às exigências de tamanho nacionais. Aplaudo a iniciativa e, principalmente, a perseverança.

  • Reply
    Inês Silva
    23 Novembro, 2014 at 10:01

    é um gesto muito bonito (:

    http://www.pinkie-love-forever.blogspot.com

  • Reply
    Joana Santos
    23 Novembro, 2014 at 12:39

    Adorei! Sem dúvida um gesto muito bonito e de louvar!

    beijinho

  • Reply
    Salome Moura
    23 Novembro, 2014 at 14:55

    se nao estou em erro o IPO de lisboa tem um departamento que recolhe cabelo para fazer perucas para adultos/crianças com cancro!
    http://fromnothingtoprada.blogspot.pt/

    • Reply
      Mariana Soares Branco
      24 Novembro, 2014 at 0:32

      Salomé eu referi o IPO no post, tanto o de Lisboa como o do Porto. No entanto, os requisitos são muito mais apertados e eu não os cumpria, dai ter procurado outras opções.

  • Reply
    Sara N.
    23 Novembro, 2014 at 16:38

    A última vez que cortei o meu tinha comprimento suficiente para doar, que pena! :/ Mas tenciono deixá-lo crescer e ao próximo grande corte vou definitivamente doar 🙂 Muito obrigada pela informação Mariana!

  • Reply
    Teresa Amaral
    23 Novembro, 2014 at 19:38

    Muitos parabéns pela iniciativa! 🙂 E ficas giríssima assim com o cabelo curto, adoro a cor!
    Acho que neste momento não teria a tua coragem, sempre tive o cabelo curto a médio e agora queria-o deixar crescer porque nunca o tive neste comprimento. Mas se algum dia me fartar dele e quiser mudar já sei onde o doar 🙂

    beijinhos
    http://terescrubs.blogspot.com

  • Reply
    Mafalda Beirão
    24 Novembro, 2014 at 17:48

    Opa, se eu soubesse disto mais cedo… Há um ano, tinha o cabelo pela cintura e cortei-o acima dos ombros. Foi tudo fora… E agora, dificilmente o deixarei crescer novamente! 🙁

  • Reply
    Ana Isabel Costa
    27 Novembro, 2014 at 12:57

    Muitos parabéns pela iniciativa de grande valor.

    http://despertarosonho.blogspot.com/

  • Reply
    Marta Santos
    27 Novembro, 2014 at 19:13

    Já tinha conhecimento que o IPO aceitava doações porém o meu cabelo nunca cresceu tanto para fazer coisa, porém é algo que gostava muito. Ajudar nunca deixa ninguém mais pobre, pelo contrário…

  • Reply
    Nádia Sepúlveda
    29 Novembro, 2014 at 11:04

    Oh, que bom que encontraste essa alternativa para doar o cabelo! 😀

    Se um dia tiver comprimento suficiente (e o cabelo não estiver estragado) vou fazer isso, porque conheço de perto o drama que as quimioterapias que provocam queda de cabelo constituem. É um fardo emocional pesado, a acrescentar a todos os outros efeitos laterais devastadores! Por isso doar faz todo o sentido! 😀

    Eu neste momento não posso, mas vou ver se convenço a minha irmã a doar à Little Princess Trust, porque ela tem algumas madeixas. A ver se consigo! 😀 Afinal, para ela é só cabelo, para outra menina/mulher pode significar dar um pouquinho mais de vida aos seus dias 🙂

    beijinhos, Nádia
    My Fashion Insider

  • Reply
    Joana
    1 Dezembro, 2014 at 13:05

    Excelente ideia. Pensei em fazer uma doação no IPO de Lisboa quando há um ano atrás cortei muito mais do que 30 cm (foi radical!), mas tinha o cabelo muito estragado…

  • Reply
    Sara Rodrigues
    23 Dezembro, 2014 at 0:59

    Olá! A minha mãe tem um cabeleireiro e eu estava a pensar por lá um poster pequenino ou algo do género a informar as clientes na possibilidade de doarem o seu cabelo (porque acho que muita gente simplesmente não sabe que se pode fazer isso). Será que posso usar estas tuas fotos? Acho que estás muito gira e seria apelativo! Claro que a tua identificação bem como do blog estariam presentes no poster! 🙂 É apenas uma ideia, que não vou por em prática para já porque ando demasiada ocupada com a faculdade… –' mas queria saber como te sentes em relação a isso e caso não queiras eu procuraria outra coisa! 🙂 Beijinhos*

    • Reply
      Mariana Soares Branco
      23 Dezembro, 2014 at 18:19

      Sara, Claro que sim, está à vontade! Apenas agradeço que o blog esteja devidamente identificado com o nome e link. De resto parece-me uma óptima ideia!
      Depois se fores para a frente manda-me uma fotografia.
      Um beijinho.

  • Reply
    Ana Sá
    13 Junho, 2015 at 20:27

    Olá, Mariana 🙂
    Eu sei que este post já é antigo, mas só à pouco é que tive conhecimento do teu blog através da Helena do Devil wears Louboutins, e vim parar a este post porque sou completamente obcecada com o meu cabelo.
    Adoro-o por ser tão longo, mas este post deu-me que pensar. Vivendo em Londres, nunca ouvi falar disto! E acho que vou acabar por fazer e partilhar também no meu blog. Obrigada pela dica 🙂 Que nobre iniciativa.

    Beijinho,
    Ana, A Policromia


    A Policromia no Facebook

  • Reply
    Anonymous
    7 Julho, 2015 at 14:59

    O que referes a "cabelo estragado"? Só pontas espigadas? Gostava de fazer essa doação de 17 cm, já que 30 cm é demasiado para mim. E assim ajudava quem precisa 🙂

    • Reply
      Mariana Soares Branco
      7 Julho, 2015 at 16:22

      Cabelo estragado inclui pontas muito espigadas e cabelo mal tratado em geral – podes sempre tentar enviar para a instituição, se for possível usar eles fazem-no!

    Leave a Reply